Eu? Corrupto? Como assim?

Ultimamente tem sido visto uma gama de processos contra atos corruptos do governo. Corrupção ativa, Corrupção Passiva…é tanta corrupção. Mas, um fato que tem acontecido junto as estas notícias, verdadeiras ou não, é que cada um de nós tem pelo menos feito nossas próprias conjecturas e julgamentos sobre a situação e sobre pessoas envolvidas. É uma prato cheiro para nossas “implacabilidades”.

Corrupção é um crime bem interessante pois ele pode existir em três ‘sabores’: corrupção ativa, corrupção passiva, e corrupção ativa e passiva. A corrupção passiva ocorre quando o agente público pede uma propina ou qualquer outra ação para fazer ou deixar de fazer algo. Já a corrupção ativa ocorre quando alguém oferece alguma ação ( não necessariamente, dinheiro ou um bem) para que um agente público faça ou deixe de fazer algo que não deveria.

Alguém pode estar pensando: “Ainda bem que não é meu caso?“. Talvez nesse sentido não, mas há um comentário da Bíblia a respeito de corrupção que envolve a todos. O sábio diz: “Onde não há conhecimento (profecia), o povo se corrompe; mas o que guarda (conhece) a lei esse é bem-aventurado“. – Provérbios 29.18.

Deus vai mais longe com respeito de corrupção. Esta é pior. Trata a respeito de nós mesmos nos corrompendo e, com isso, trazendo sérios prejuízos para a vida. E o que é pior, é uma corrupção contra nós mesmos. A falta de conhecimento. O povo está tão envolvido com o “circo, o pão e a esmola” que recebe do governo que não se preocupa em saber, em conhecer, em descobrir o que está acontecendo a sua volta e em sua vida. Além do mais, como o foco são outros, por que me preocupar consigo mesmo? E sua vida continua, medíocre, sem objetivos, sem conhecimento, sem incentivo para pensar e discernir os fatos da vida.

Talvez sejamos mais corruptos do que imaginamos. Cada um decide o que quer ser, não?

Pense Nisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *